A primeira estrela: o Brasil na Copa de 1958

de 05/06/2018
a 09/09/2018
de terça a domingo, das 9h00 às 18h00 (entrada até 17h00)

Há 60 anos, o Brasil ganhou a sua primeira Copa do Mundo. A equipe de Bellini, Gilmar, Djalma Santos, Didi, Pelé, Mazzola, Garrincha, Zito e tantos outros craques é homenageada com uma exposição no Museu do Futebol. 

Com imagens do fotógafo Antonio Lúcio, na preparação da seleção em Poços de Caldas, e entrevistas feitas por João Moreira Salles e Arthur Fontes em 1990 com seis dos nossos campeões, a exposição audiovisual e interativa quer falar não só da Copa de 1958, mas também refletir sobre as transformações que ela trouxe ao país e ao futebol.

Há também material inédito.

Um dos maiores destaques da mostra é a exibição da partida final de 1958 (entre Brasil e Suécia). A partir da pesquisa de Carlos Augusto Marconi, foi feita uma montagem com trechos recolhidos por diferentes emissoras europeias que transmitiram a Copa, mixados com trechos de locuções de rádio no Brasil.

Segundo uma das curadoras, Daniela Alfonsi, (em texto publicado no Portal do Governo do Estado),  “esse é o papel da tecnologia para as nossas exposições: criar sensações que reverberem na memória afetiva de quem viveu aquele momento e, ao mesmo tempo, encantar quem desconhece nosso passado no futebol”.

Como se sabe, a Copa de 1958 não foi transmitida pela TV no Brasil, de maneira que, nas palavras de Eric Klug, esta é "uma chance de as pessoas verem o que o país só ouviu pelo rádio". Mais ainda, "é uma chance de conectar passado, presente e futuro, tendo como elos a beleza e a emoção que o futebol proporciona”, afirmou o responsável pela gestão do Museu do Futebol. 

A exposição, aberta no dia 5 de junho, só encerrará em 9 de setembro.

Imperdível!

 

temas relacionados