Histórias Afro-atlânticas

de 30/06/2018
a 21/10/2018
de terça a domingo, das 11h00 às 20h00 (ITO) e de terça a domingo, das 10h00 às 18h00; às quintas, das 10h00 às 20h00 (Masp)
MASP
Avenida Paulista, 1.578 - São Paulo (SP)

Instituto Tomie Ohtake
Av. Brigadeiro Faria Lima, 201 - São Paulo (SP)

A Exposição Histórias Afro-Atlânticas propõe um percurso que une duas instituições culturais de São Paulo: o Museu de Arte de São Paulo (MASP) e o Instituto Tomie Ohtake

Uma continuidade da exposição de 2014, no Tomie Ohtake, “Histórias mestiças”, realizada por Adriano Pedrosa e Lilia Schwarcz, agora com um equipe de curadores reforçada com Ayrson Heráclito e Hélio Menezes. Veja e entrevista com os curadores no site do Instituto Tomie Ohtake.

 

"Baiana", Carybé, 1957 (foto: divulgação)
 

Histórias afro-atlânticas apresenta cerca de 400 obras de mais de 200 artistas, tanto do acervo do MASP, quanto de coleções brasileiras e internacionais, incluindo desenhos, pinturas, esculturas, filmes, vídeos, instalações e fotografias, além de documentos e publicações, de arte africana, europeia, latino e norte-americana, caribenha, entre outras. Os empréstimos vieram de algumas das principais coleções particulares, museus e instituições culturais do mundo.

 

Marepe, A Mudança, 2005

Marepe, A Mudança, 2005

 

A exposição está divida em núcleos, distribuídos nas duas instituições. No MASP, pode-se percorrer os temas “Mapas e margens"; “Vida cotidiana”; “Festas e religiões”; “Retratos”; “Modernismos afro-atlânticos”; “Rotas e transes”; e “África, Jamaica, Bahia”. Já no Instituto Tomie Ohtake, o visitante pode ver as obras agrupadas em torno dos núcleos “Emancipações” e “Ativismos e resistências”. Para os curadores, não há uma ordem de visitação à seguir: a exposição propõe um caminho livre, não-linear. Um espaço de conhecimento e de reflexão sobre o peso da escravidão, a trajetória dos povos africanos e a sua presença no mundo americano.

                 

Amnésia (2015), de Flávio Cerqueira (foto: divulgação)

 

 

temas relacionados